Tabi / Lunaris

____

2012

TABI é fruto das indagações da artista Emilie Sugai quanto ao  « сorpo japonês/brasileiro » que se inicia no encontro com o multi-artista japonês Takao Kusuno e no contato com seus ensinamentos a partir do olhar em busca de minhas raízes. É fruto também das investigações relacionadas às questões da identidade cultural como nipo-brasileira, como san-sei, neta de imigrantes, trazendo a origem japonesa inscrita no corpo onde nele se misturam memórias da infância, da origem, dos antepassados e das vivências pessoais.

 

Lunaris, o mundo que passa cria uma interface artística entre a linguagem do corpo e a imagem da lua, refletida na poesia zen-budista de Matsuó Bashô (1644-1694). A apreciação das sombras e da obscuridade através do texto Elogio à Sombra de Junichiro Tanizaki escrito em 1933 sobre a concepção japonesa de beleza do mundo arcaico é outra fonte de inspiração e reflexão deste espetáculo solo.

Criação e concepção Emilie Sugai

____​

Belo Horizonte - MG
14 e 15 de novembro de 2012
Oi Futuro

HOME

Imprensa:

PRÓXIMO

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

Inscreva-se na nossa newsletter